Heriberto Hülse

Carinhosamente chamado de “Majestoso”, o estádio Heriberto Hülse é o local onde o Criciúma Esporte Clube manda suas partidas. Foi inaugurado em 16 de outubro de 1955, com uma partida entre Comerciário e Imbituba, onde a equipe imbitubense levou a melhor, vencendo por 1 a 0.

No início, o gramado foi projetado ao contrário do que é hoje, sendo uma das goleiras voltadas para o portão principal. Foi o goleiro do Comerciário, Mário, que alertou a diretoria. Naquela posição o sol atrapalharia os zagueiros e o goleiro a qualquer hora do dia.

O Heriberto Hülse é um dos principais palcos esportivos do estado de Santa Catarina. O único estádio de futebol de SC, com completa cobertura para os torcedores. Já abrigou competições de nível internacional, como a Copa Libertadores da América de 1992, ano em que foi completamente adaptado para competição. Atualmente, tem capacidade para 19.225 torcedores, em decorrência de uma adequação as normas do estatuto do torcedor.

O maior público registrado no Majestoso, como é conhecido pela torcida, foi em 6 de agosto de 1995 no jogo Criciúma 1 x 0 Chapecoense, pelo Campeonato Catarinense. O jogo teve 31.123 expectadores e uma renda de R$ 115.815,00.

  • 16/10/1955 Fundação
  • 31.123 Recorde de
    público
    i
    Maior público: 31.123 em 06/08/1995 no jogo entre Criciúma x Chapecoense
  • 19.225 Capacidade i
    Capacidade: Cadeiras: 1.336 pessoas
    Arquibancada: 17.127 pessoas
    Camarotes: 794 pessoas
    Cabines de Imprensa: 165 pessoas
  • 105 x 68m Medidas do
    campo
  • 04 Vestiários i
    Vestiários: 01 vestiário time da casa,01 vestiário time visitante,
    01 vestiário arbitragem, 01 dopping
  • 05 Bares
  • 48 Câmeras de
    monitoramento

COMO CHEGAR

Como Chegar Estádio Heriberto Hülse - Rua Treze de Maio, 1.947 - CEP 88802-290 - Bairro Comerciario - Criciúma SC

O estádio Heriberto Hülse está inserido no coração da cidade, no bairro Comerciário, um dos bairros mais populosos da cidade de Criciúma SC.

Além do estádio, o bairro abriga o Museu de Colonização Augusto Casagrande, inaugurado em 1980, em comemoração ao centenário da cidade e seu acervo compõe-se de fotografias, documentos, móveis, utensílios domésticos e ferramentas de trabalho utilizadas pelos imigrantes italianos do século XIX e início do século XX.

Está a 700 metros do principal terminal de transporte coletivo da cidade e a 1,3km da Estação Rodoviária de Criciúma SC. O acesso do torcedor que utiliza o transporte público é fácil, prático e rápido de chegar.

Quem foi Heriberto Hülse

Nascido em 30 de Abril de 1902, filho de Augusto Hülse e Delfina Orige Hülse, Heriberto Hülse foi político e administrador com formação direta e feita na iniciativa privada. Como grande parte dos administradores catarinenses, formou-se no dia-a-dia da experiência que foi adquirindo, principalmente, nas atividades da Organização Lages, para onde entrou em 1923. Naquela organização, chegou a participar das atividades da alta administração da mineração do carvão na zona de Laguna.

Durante o governo do industrial Irineu Bornhausen (1954), Heriberto Hülse foi nomeado Secretário da Fazenda. Em 1955, foi eleito vice-governador de Santa Catarina e assumiu o governo em 19 de Junho de 1958 com o falecimento do Governador Jorge Lacerda.

Como político, foi um dos fundadores da UDN (União Democrática Nacional) em Santa Catarina e, em decorrência disso, em Criciúma. Quando deixou o Governo do Estado, foi nomeado diretor vice-presidente da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), em 1961. Em 1965, foi nomeado presidente do Conselho Administrativo da Caixa Econômica Federal de Santa Catarina, pelo então presidente da República, Marechal Castello Branco.

Possuía as seguintes condecorações: Comenda de São Gregório Magno (concedida pelo Papa João XXIII) e a Medalha de Mérito Tamandaré (da Marinha de Guerra). Foi casado com Lucília Correa Hülse e do matrimônio nasceram dois filhos. Heriberto Hülse faleceu na cidade de Florianópolis em 11 de novembro de 1972.

Foto com Heriberto Hülse Foto do Heriberto Hülse
Receba novidades e conteúdo exclusivo
Tigres pelo mundo, de Criciúma para o mundo

Patrocinadores